Pesquisar

Vendem-se igrejas na Alemanha

O texto da postagem está destacado abaixo porque este blog foi criado em 2.012, quando Gunnar Santos tinha apenas 16 anos. Ele publicava aqui conteúdo de Política devido a sua vontade em seguir o Jornalismo Político.

Os textos que contêm tal destaque, como este, são apenas os de caráter crítico e político escritos naquele momento e, portanto, não representam qualquer posicionamento, opinião ou pensamento tanto da GNR como do próprio Gunnar. A decisão de mantê-los aqui se deu pelo fato de que faz parte da história do conteúdo produzido por ele. No entanto, para evitar interpretações equivocadas, se fez necessária a adição desta nota.

Em contrapartida, as antigas publicações literárias não fazem parte dessa classe e não carregam esse aviso.

- Grupo GNR.

Embora a igreja católica tenha sido liderada por um papa alemão nos últimos tempos, justamente na Alemanha as igrejas estão perdendo fiéis e estão sendo fechadas. A arquidiocese de Berlim está ofertando templos justamente por falta de fiéis.

Segundo a Conferência Episcopal da Alemanha, só em 2.011 cerca de 400 templos foram fechados; e o índice de católicos no país caiu 10% desde o início dos anos 90.

Engana-se quem pensa que é somente a igreja católica. Há templos protestantes que também estão sendo vendidos pela Arquidiocese de Berlim, por R$ 350 mil. Desde o início dos anos 90, cerca de 340 igrejas evangélicas foram fechadas segundo o jornal "El País", o que corresponde a 17% de queda.

Quem compra?

Outras religiões. Na Alemanha, algumas igrejas e capelas foram compradas por islamitas. Isso acabou gerando uma confusão e em alguns locais a polícia teve que interferir para não haver briga entre os "fiéis".

Nenhum comentário :

Postar um comentário