Pesquisar

Incoerência do ENEM

O texto da postagem está destacado abaixo porque este blog foi criado em 2.012, quando Gunnar Santos tinha apenas 16 anos. Ele publicava aqui conteúdo de Política devido a sua vontade em seguir o Jornalismo Político.

Os textos que contêm tal destaque, como este, são apenas os de caráter crítico e político escritos naquele momento e, portanto, não representam qualquer posicionamento, opinião ou pensamento tanto da GNR como do próprio Gunnar. A decisão de mantê-los aqui se deu pelo fato de que faz parte da história do conteúdo produzido por ele. No entanto, para evitar interpretações equivocadas, se fez necessária a adição desta nota.

Em contrapartida, as antigas publicações literárias não fazem parte dessa classe e não carregam esse aviso.

- Grupo GNR.

Se o ENEM é um "provão" de todo o ensino médio, porque precisamos concluir o médio para cursar uma universidade?

Essa é uma opinião que vem me incomodando há um certo tempo: o Exame Nacional do Ensino Médio. Um aluno pode fazer a prova a partir do primeiro ano do ensino médio. Porém, independente do ano em que está cursando, pode ser capaz de conseguir uma nota melhor até dos que concluíram o 2º grau. Isso vai depender exclusivamente do aluno que atingir essa façanha. Não é justo que este admirável aluno ainda tenha que cursar todo o restante do Médio.

É vista uma incoerência no Enem. Se o nome ratifica um exame nacional de todo o ensino médio, aquele que alcançar a média de toda a prova deveria ter acesso sim à matrícula do próximo semestre de uma universidade. O que acontece é que é difícil que isso ocorra, justamente, pelos alunos que concluíram o 3º ano do Médio terem maior conhecimento. Mas como o que faz um aluno é ele mesmo e não a escola, e consequentemente o ano em que está do 2º grau, se uma pessoa está no primeiro ano do Ensino Médio e consegue uma nota 5% a mais do que outra pessoa que já concluiu o Médio e foi aprovada, por que essa pessoa que já concluiu tem acesso a universidade e o garoto iniciante na nova fase não, se o exame é Nacional do Ensino Médio e ele foi superior a muitos outros?

O que cai no Enem é basicamente atualidades e questões ambientais e políticas. Se o aluno tiver conhecimento dessas áreas e domínio do português para fazer a redação é sucesso, pois há sistemas de ensino que são focados em vestibulares e apenas no primeiro ano passam matérias até do terceiro. Se conseguiu a média, é acesso à universidade, com certeza, até porque o nome do exame fixa conhecimentos gerais de uma fase, independente de qual o nível.

Nenhum comentário :

Postar um comentário