Pesquisar

Xenofobia na fronteira EUA - México

O texto da postagem está destacado abaixo porque este blog foi criado em 2.012, quando Gunnar Santos tinha apenas 16 anos. Ele publicava aqui conteúdo de Política devido a sua vontade em seguir o Jornalismo Político.

Os textos que contêm tal destaque, como este, são apenas os de caráter crítico e político escritos naquele momento e, portanto, não representam qualquer posicionamento, opinião ou pensamento tanto da GNR como do próprio Gunnar. A decisão de mantê-los aqui se deu pelo fato de que faz parte da história do conteúdo produzido por ele. No entanto, para evitar interpretações equivocadas, se fez necessária a adição desta nota.

Em contrapartida, as antigas publicações literárias não fazem parte dessa classe e não carregam esse aviso.

- Grupo GNR.

Análise crítica de placa localizada em um dos locais da fronteira dos Estados Unidos com o México.

Prestem atenção nessa imagem:



















Se trata de uma das inúmeras placas de trânsito que há em regiões onde mexicanos tentam entrar ilegalmente em território norte-americano. Pelo idioma através da escrita (caution) sabe-se que elas ficam na parte dos Estados Unidos.

1- Essas placas são inusitadas. A existência delas justifica qualquer coisa, menos advertência aos motoristas na rodovia de fronteira. Analisando criticamente podemos perceber uma certa intimação intimidação por parte dos americanos. Quiseram mostrar que estão sempre ligados nas fronteiras e pra provar isso colocaram as placas nos lugares onde há tentativa de entrada, o que significa que os norte-americanos sabem os locais por onde os mexicanos tentam entrar!


Como se não houvessem túneis subterrâneos, porta-malas falsos, fundos falsos e outros fatores que os americanos nem sonham que possa existir. Os mexicanos são piores que os brasileiros, e o dito popular deveria ser "jeitinho mexicano". Abaixo dessas rodovias, por exemplo, existem túneis maiores e mais complexos do que dutos de petróleo!

2- Xenofobia clara! É só olhar os traços da representação humana na placa. Qualquer pessoa enxerga um mexicano ali. Traços de mexicano carregando a mulher que está puxando o hijo ao som do vámonos.

3- Ideologia da placa. Em todas as imagens, os mexicanos estão correndo não para dentro, mas para fora do território americano e voltando para o México. Se eles estão correndo, significa que a polícia pegou e estão correndo de volta de onde vieram para não serem alcançados. Em nenhuma placa os mexicanos estão correndo para o interior dos Estados Unidos. Então o alerta que a placa emite é: "CUIDADO! MEXICANOS VOLTANDO CORRENDO PARA O MÉXICO!"

Não tem só essa placa não, têm várias. E todas se enquadram nas três avaliações acima. Fiz questão de mostrar isso aqui devido a xenofobia elevada por parte dos americanos. Não estão errados em defender o território, mas em julgar assim os mexicanos.


Nenhum comentário :

Postar um comentário