Breaking

23/09/2017

Logo do PES no FIFA 18

Konami realiza manobra e consegue estampar o logo de Pro Evolution Soccer no jogo FIFA, da rival Electronic Arts.

Você provavelmente já assistiu a algum jogo de futebol da vida real pela televisão ou mesmo no estádio e se deparou com o logo do Pro Evolution Soccer nas placas publicitárias. Isso é fruto de uma sacada incrível que a Konami, produtora de PES, teve: firmar parcerias com clubes ao invés de obter apenas o licenciamento deles. Trata-se de uma atitude inédita nessa batalha, pois no produto do concorrente (o jogo FIFA, da Eletronic Arts) existe o FC Barcelona, mas não do mesmo jeito.

O contrato que a Konami fez com o FC Barcelona estabelece que não apenas o escudo e uniforme do time seja reproduzido no jogo, mas também o estádio do clube por dentro e por fora, além dos cantos de torcida totalmente personalizados e cantados no momento certo, de acordo com o que acontece na vida real. No FIFA, o Barcelona tem apenas o uniforme e o símbolo reproduzidos. Ponto para o PES.

O Camp Nou (estádio do Barcelona) só existe no PES, pois a Konami conseguiu um contrato de exclusividade. O mesmo acontece para estádios brasileiros, como a Arena Corinthians, o Allianz Parque, o Morumbi, o Urbano Caldeira, o Maracanã, o Mineirão, o Beira-Rio e, recentemente, o São Januário - Estádio do Vasco. São estádios cujas reproduções em plataformas de jogos são exclusivas ao Pro Evolution Soccer. Isso é uma jogada de engravatados, ou seja, foram os executivos que criaram essa cláusula que impede que o clube sequer negocie com a empresa rival. Essa atitude tomada pela Konami é totalmente compreensível já que a EA fez a mesma coisa mas com ligas inteiras ao invés de clubes individuais: todo o campeonato inglês bem como sua identidade visual e logos são de uso exclusivo do FIFA, o PES não pode nem pôr a mão.

Pois bem, falando no campeonato inglês, há um clube que a Konami se aproximou e criou uma jogada contra o FIFA digna de aplausos: eu estou falando do Fulham Football Club. Eu diria que não foi uma jogada, foi um golaço. Além de criar uma parceria com este time no mesmo patamar que a do Barcelona, eles foram além e fecharam um patrocínio com a equipe, com o direito de estampar o logo do PES na camisa. Isso significa que pelo fato de o jogo FIFA obter o licenciamento de todos os clubes da Inglaterra, o logo do PES aparece no FIFA.

Se liga só:

Imagem capturada do jogo FIFA com o logo do PES na camisa do Fulham Football Club.
Abaixo do número 26, está o logotipo do PES. O que faz tudo isso incrível é que esta é uma prática totalmente legal. Não me restam dúvidas de que essa manobra serviu apenas de teste para a Konami, e ela pode expandir seu patrocínio a outros clubes para que sua marca apareça no produto do concorrente. É uma briga incrivelmente saudável que eu adoro acompanhar de perto.

No caso dos estádios, o efeito pode ser ainda maior, porque a história pode pegar dois caminhos:

  1. Impedir que a EA se interesse em licenciar um estádio - A parceria da Konami com o Corinthians é muito forte, então se de repente eles comprarem os direitos do nome do estádio e o alterarem para Konami Arena ou Arena Konami Corinthians, acabam com qualquer interesse que a EA possa ter em licenciá-lo ao FIFA.
  2. Comprar o nome de um estádio que já está licenciado no FIFA - O Stamford Bridge, por exemplo, é um estádio que está licenciado no FIFA. Eu não sei qual a duração do contrato, mas suponhamos que seja de dez anos. A Konami vai lá, compra o nome do estádio e altera para Konami Stamford ou algo do tipo. Ou o FIFA respeita a mudança do nome ou quebra o contrato (o que não é a opção mais barata).
Isso é o capitalismo, estimulando as marcas a melhorarem seus produtos. Adorei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário