Breaking

02/08/2017

Você sabia que o 4K não tem resolução 4K?

Nem mesmo o Xbox One X, console mais poderoso até hoje, roda os jogos na resolução 4K que você acha que conhece.



Iaê, amada garotada!

Conforme a tecnologia avança, as imagens vão ficando melhores, mais nítidas e nos proporcionando uma experiência cada vez mais incrível. E os nomes de suas resoluções causam bastante confusão porque elas não podem simplesmente se chamar Resolução Boa, Resolução Melhor e Resolução Ótima, se não daqui a alguns anos a quantidade de palavras seria algo próximo ao pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico. Então analisando os números de cada resolução, foram dados os nomes HD, Full HD, Ultra HD, e a bola da vez é o 4K. Você pode ser familiarizado com esses termos, mas você sabia que o chamado 4K na verdade não tem resolução 4K?

O que define os nomes das resoluções?



Antes de falarmos nos números correspondentes às resoluções, você precisa estar a par dos pixels. O pixel é a menor partícula de uma imagem digital, são como os átomos da Física. Se você pegar qualquer objeto e o dividir em vários pedaços até o limite, chegará ao átomo; enquanto se dividir uma imagem até a menor unidade, chegará ao pixel.

Quanto mais átomos, maior o objeto. Uma moeda de um real é maior do que uma de 5 centavos porque tem mais átomos. Da mesma forma, uma imagem com mais pixels significa resolução e tamanhos maiores. A tela do iPhone 7 possui 4,7 polegadas, enquanto a tela do Samsung Gran Prime tem 5. Entretanto, por mais que a tela do Samsung seja maior, a do iPhone é melhor porque sua tela tem 482.100 pixels a mais do que o aparelho sul-coreano. Mais pixels, mais resolução.

Definidas as questões dos pixels, vamos à questão dos nomes. Até o Full HD, os nomes eram escolhidos baseados na quantidade de pixels verticais. Daquela maneira, as nomenclaturas eram assim distribuídas:


  • DVD: 720 x 480;
  • HD: 1280 x 720;
  • Full HD: 1920 x 1010 - Isso aqui é 1K.
A dimensão sempre é mostrada em largura x altura, como na imagem.

O HD tem 921.600 pixels. O Full HD, 2.073.600. Isso significa que o Full HD tem mais do que o dobro do HD - e para fins de noção de qualidade de imagem, o sistema de TV digital utiliza o padrão HD.

2K e 4K


Após o Full HD, a nomenclatura passou a considerar a quantidade de pixels horizontais. Tanto é que existe ainda a resolução 2K (2048 x 1080). Pouquíssima gente conhece porque a indústria pulou direto para o 4K. Nas lojas não existem TVs 2K e em uma rápida passada no Google eu não encontrei. Mas ele existe e tem esse nome porque possui 2.048 pixels na horizontal.

Já o 4K possui exatamente o dobro de pixels do 2K na horizontal e um pouco mais na vertical. A resolução do 4K é 4096 x 2160. Mas aí é que entra a questão que quero tratar aqui: a resolução das TVs vendidas como 4K, aquelas que você compra na loja, é de 3840 x 2160. Como assim? Explico: não é 4K.

- Mas o vendedor me disse que a resolução da minha TV é de 4K.

Eu explico: não é 4K.


- ENTÃO ELE MENTIU PRA MIM?

Bem, tecnicamente não. O nome dessa resolução é Ultra HD, mas é bem provável que nem ele e nem o gerente dele saibam dessa questão das resoluções. O responsável por vender como 4K é a própria fabricante. Isso é propaganda enganosa? Não. Primeiramente porque a diferença entre as duas resoluções só é perceptível se você ficar pelo menos a 30 cm de distância, e olhe lá. E também porque existe uma lógica para eles usarem o nome "4K". Vejamos:

  • Full HD: 1920 x 1080 =  2.073.600  pixels;
  • Ultra HD: 3840 x 2160 =  8.294.400  pixels;
Fazendo as contas, temos que  2.073.600  x 4 =  8.294.400.

A estratégia está no fato de que o Ultra HD tem 4x mais pixels que o Full HD. Como foi dito, a diferença só é perceptível se você olhar muito de perto (e se chegar perto demais não dá pra assistir), então, na prática, isso não tem problema.

Casa da mãe Joana?


Seguindo a linha de raciocínio, a indústria pode, então, fazer qualquer matemática que tenha relação com o número 200 e dizer que vai lançar a resolução 200K? Não é bem assim. Primeiro que não se consegue chegar a resultados tão distintos do óbvio. Não se pode comparar o Ultra HD com o DVD, por exemplo, e dizer que ele é 25K só porque é 25 vezes maior. Isso só foi aceito porque a comparação foi feita com a última resolução trabalhada pela indústria (e principalmente porque 3.840 pixels horizontais são quase 4.000 - 4K).

Quer ver ficar mais claro? Já existe o 8K. Sua resolução é de 7680 x 4320. Só que ele tem apenas 4x mais pixels do que o 4K. Seguindo a lógica anterior, deveriam chamá-lo de 4K também, o que não faria o menor sentido. Bom, em pixels horizontais ele é exatamente o dobro do Ultra HD. Também não convém chamá-lo de 2K. Mas se ele tem o dobro do UHD, que é chamado de 4K, convém chamá-lo pelo dobro do número 4 → 8. ► 8K.

E então eu volto ao início da discussão ao afirmar que o 8K não tem resolução 8K, e sim 7.680. E, na verdade, o nome do 8K não é apenas "8K", é 8K UHD (7680 x 4320); Assim como o nome do 4K é Ultra HD (3840 x 2160).

DCI


Para evitar que tudo vire uma bagunça e a população acabe sendo prejudicada, existe o Digital Cinema Initiatives (DCI). Ele é o órgão que "propõe documentar e estabilizar especificações voluntárias para uma arquitetura aberta destinada ao cinema digital que garante um nível técnico alto e uniforme de desempenho técnico, confiabilidade e controle de qualidade". Isso significa que o 4K "de verdade" não se chama 4K de Verdade. Se chama 4K DCI.

Então o 4K não existe?


Felizmente existe sim. É a resolução utilizada no cinema. 4096 x 2160 → 4K DCI. Existem TVs domésticas com 4K DCI, mas elas representam apenas 2% da produção mundial.

E o Playstation 4 Pro e o Xbox One X?


Ultra HD, sinto muito. A resolução do Blu-Ray também. Nem mesmo o Xbox One X, o videogame mais poderoso em termos de hardware, utiliza 4K DCI. Eles até têm potência pra isso, mas em um mundo onde 98% das TVs 4K são Ultra HD, seria um gasto de energia desnecessário configurá-lo no DCI.

O que achou, brother? Comente aqui embaixo e compartilhe com seu brother pra ele entender também ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário