Corporação Linca - Conceito

Iaê, Amada Garotada!

Eu sempre fui um criador de histórias. O livro que eu publiquei em 2014, Em Busca de Ouro - até então o primeiro e único - não foi a primeira história que eu elaborei. Eu definitivamente criava enredos brincando. Literalmente.

Brincar de carrinho era minha grande inspiração quando criança. Eu começava a brincar que o motorista daquele carrinho não era um NPC, era uma pessoa que tinha família, tradições e uma história. Eu controlava o dia-a-dia daquela pessoa inventando as aventuras sempre com o objetivo de que ele tinha que voltar para sua casa no final do dia. Eu delirava nessas viagens.

Outras brincadeiras geraram muitas outras histórias, inclusive a história do meu livro surgiu assim. Hoje eu tento não deixar de fazer isso. Tenho meus objetivos profissionais, mas tento não envergonhar o meu eu de 7-8 anos de idade caso ele pergunte se é legal ser adulto e se eu me tornei aquilo que ele queria ser.

O Minecraft é o único jogo que nos dá uma liberdade imensa para criação de histórias, e é a partir deste game que eu crio as minhas histórias e volto a ter 8 anos de idade. Crio vários cenários, contextos, aventuras e personagens. Foi assim que surgiu a Corporação Linca.

Simplesmente me cansei de criar histórias de Minecraft que morriam quando a série acabava. Então decidi criar um universo de ficção que contenha várias séries pertencentes a ele. Dei o nome de Universo Linca. Vamos exemplificar: as duas primeiras séries que eu criei (O Progresso e O Reino de Zerome) são completamente diferentes entre si, porém o universo de ambas histórias é o mesmo. Isso me permite duas coisas: causar identificação em quem assiste e que minhas histórias não morram no final de uma série.

Então do que se trata a Corporação Linca de acordo com a minha ficção?

Ela é uma companhia que faz pesquisas no espaço. As descobertas e avanços são todos adicionados à SSScrapt, um planeta extremamente parecido com a Terra. Mas na SSScrapt, as coisas são todas quadradas, existem zumbis à noite, e quando se quebra um tronco no meio, a árvore fica flutuando. Na Terra isso não acontece, mas na SSScrapt sim.

Várias missões já foram feitas por diversas tripulações da Corporação Linca. A missão 1.8 adicionou granito, diorito e andesito à SSScrapt. A missão 1.11 adicionou lhamas e uma nova civilização (os Illagers). Já a missão Mo'Creatures adicionou vários e vários animais, enquanto a Dragon Mounts acrescentou a possibilidade de criar incríveis dragões domesticados!

Tudo isso só é possível graças ao trabalho da Corporação Linca (que também foi responsável por adicionar Redstone e Glowstone, bem no princípio da criação). A forma que eles "adicionam" ainda não foi revelada, eles preferem manter segredo. Se será revelada posteriormente, não se sabe, mas também a maioria não julga necessário saber.

É sob esse contexto que eu mantenho minha mente hábil na criação de entretenimento, roteiros e personagens. Uma das melhores coisas de se criar séries assim são as personagens. O Gunni e a Nina são dois tripulantes da Corporação Linca que eu criei, mas ainda existem outros quatro, que vão entrar na ficção futuramente. Além do mais, para desenvolver a Corporação Linca, eu me inspiro na obra de arte que a Capcom fez com Resident Evil. Para quem não sabe, TODOS OS PERSONAGENS DE TODOS OS RESIDENT EVIL'S têm história. Ninguém existe só por existir, e a história do jogo começou muito antes do primeiro lançamento.

Minha outra inspiração é Masashi Kishimoto, o criador de Naruto. Naruto é outra obra cujos personagens têm planos de fundo incríveis. Todos os que cruzam o caminho do protagonista têm uma motivação e um objetivo próprio, o que significa que eles não são simplesmente amigos ou inimigos do Naruto simplesmente porque a trama precisa de coadjuvantes e antagonistas.

E vai ser assim com a Corporação Linca também. Como tripulante da organização, Gunni vai passar por várias aventuras destinadas a ele. E cada uma poderá se interligar a outra. Assim, uma série nunca vai simplesmente finalizar e virar fumaça. Qualquer série, seja machinima ou survivor, é acrescentada ao Universo Linca.